Quando espaço não é problema: a mágica das tirinhas!

Uma das queixas de quem ainda evita entrar no mundo dos quadrinhos é sobre o compromisso de ler uma história inteira. Tanto pela quantidade de páginas quanto pelo tempo necessário para ler os diálogos e apreciar a arte, muitas pessoas deixam de conferir ótimas obras. E não podemos culpá-las, porque para quem está entrando no hobby ou possui uma rotina muito ocupada, o tempo é uma questão fundamental.

Mas para esta pessoas temos uma outra recomendação. Prima das Histórias em Quadrinhos – ao lado das caricaturas, charges e cartuns – as tirinhas utilizam menos quadros para contar sua história e passar sua mensagem. E apesar da limitação do espaço, elas utilizam essa característica como um ponto fundamental da narrativa – ou seja, deixa de ser uma limitação e vira um ponto forte.

tiracerta

Uma das formas criativas de se lidar com essa questão do espaço é fazer com que as tiras funcionem sozinhas, mas ao mesmo tempo o conjunto delas conte uma história maior. Essa é uma das diferenças de uma tirinha pensada para ser publicada em forma de livro e uma tirinha feita para um jornal que é reunida em uma publicação.

Quando as tirinhas não buscam contar uma história maior, elas muita vezes tem outra característica muito legal – que é a crítica combinada com humor. Muitas vezes o autor busca uma crítica social, outras vezes a crítica é de algum absurdo do dia a dia. É um humor difícil de escrever – mas genial de ler quando bem executado.

845468d6142a8bc6fb59f7df34673773

Nas últimas décadas o gênero teve uma explosão de popularidade graças à internet. Isso gerou algo muito legal, que são as webtiras, que nascem exclusivamente no mundo digital e depois podem ser publicadas. E as redes sociais ajudam muito na divulgação, principalmente dos novos autores.

Para quem ficou interessado em conferir alguns trabalhos na área, temos algumas recomendações disponíveis aqui na Gibiteria:

Tê Rex


Antes das obras disponíveis, ainda no mundo virtual, uma webtira que surgiu nos últimos meses é a Tê Rex, um trabalho de quatro mãos entre pai e filha – Marcel Ibaldo (roteiro) e sua filha de dez anos Marcelli (arte). Eles publicam as tirinhas no seu blog, página do Facebook e Instagram.

Tê Rex 36 - te-rexhq.blogspot.com

Mafalda


Uma das tirinhas mais famosas do mundo, Mafalda foi publicada entre 1969 e 1973 pelo cartunista argentino Quino, até hoje ela marca presença em jornais e provas de vestibular. A menina desbocada que não aceita os problemas do mundo ainda permanece atual nos dias de hoje. Um clássico que serve de referência para as obras com críticas sociais.

Link para a obra: 10 Anos com Mafalda

1_KnVD0-e3SVhEsygcJ6L-mg

Quadrinhos Anos 10


Passando para a primeira obra nacional, Quadrinhos Anos 10 é publicada diariamente nos jornais Folha de S.Paulo e O Globo, pelo quadrinhista André Dahmer. Famosa pelas suas críticas a diversos assuntos do dia a dia do brasileiro, a obra que reúne o material ganhou o 29º Troféu HQMIX na categoria melhor publicação de tiras e foi indicado ao Prêmio Jabuti na categoria melhor história em quadrinhos.

Link para a obra: Quadrinhos dos Anos 10

16134325

Armandinho


A versão brasileira da Mafalda é o nosso Armandinho, um garoto com o mesmo espírito questionador da menina argentina. As tiras apostam no humor para nos fazer refletir sobre os problemas e as incoerências do país em que vivemos.

O link para a coleção completa das tiras: Armandinho

armandinho_protegendo_as_arvores_alexandre_beck

Quadrinhos Ácidos


O nosso último indicado é outra obra nacional. Como o próprio nome dizer, as tirinhas não poupam ironia e acidez na hora de lidar com temas espinhentos da sociedade atual. Em 2016 as tiras ganham o Troféu HQMIX na categoria melhor webquadrinho.

Link para a obra: Quadrinhos Ácidos
335986dbe7549ffef630f0fe873859ff

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s